[ editar artigo]

Como a Netflix construiu uma comunidade de fãs

Como a Netflix construiu uma comunidade de fãs

A comunidade de marca existe para servir as pessoas, pois elas possuem diferentes necessidades, interesses e responsabilidades. As pessoas se juntam em comunidades de marca para construir novos relacionamentos, para cultivar interesses e habilidades, para encontrar apoio emocional e entre outros.  

A recompensa para marca é a fidelidade, o engajamento e a lealdade. Esses três pontos estão presentes na comunidade da Netflix. Com certeza você já ouviu alguém pergunta se a série X está no streaming. A marca é uma das primeiras ser lembrada quando falamos de mercado audiovisual. Então indico cinco tópicos por que a Netflix ter construído uma base de comunidade forte e fiel.  

Diversidade 

O catálogo da Netflix apresenta diversidade nos mais variados aspectos, desde o nicho até os profissionais. Presente em 190 países, a marca possui produções fora do mercado hollywoodiano. Ela traz experiências de vida em outras perspectivas. Por isso, o público se sente representado nos conteúdos.  

Marca humanizada 

Um dos motivos para o público se identificar com a Netflix é o posicionamento nas redes sociais como uma pessoa. O tom de voz torna a marca mais humana e autêntica pelos personagens e é atualizada nos assuntos do momento. A personalidade é ser divertida, irônica, cômica e jovem.

Experiência  

Em setembro, a Netflix reuniu fãs para o primeiro evento mundial do Tudum. A reunião teve presença de artistas e criadores do streaming para divulgar os futuros lançamentos. Tudum é um evento brasileiro feito pela primeira vez em 2019 presencialmente em São Paulo. Em 2020, por causa da pandemia, o evento passou a ser online. 

Realizar evento proporciona permanência dos assinantes para que eles não migrem para concorrência. No Tudum, os fãs puderam conferir trailers, imagens exclusivas e teasers de filmes e séries que chegarão em breve no catálogo. Em quatro dias, o número total de visualizações de todos os conteúdos do evento chegou quase 695 milhões de visualizações em 184 países. 

Além do evento, a Netflix Brasil lançou o Almanaque Tudum em 2020. Uma revista com conteúdo exclusivo: entrevistas, histórias, atividades interativas, adesivos, entre outros. Na segunda edição, a empresa enviou 200 mil exemplares impressos e gratuitos.  

Ademais, Netflix também faz ações para promover as estreias de filmes e séries. No Brasil, a marca enviou para os fãs abadás-pijamas para divulgar o filme Carnaval. E para o fandom de Bridgerton, a empresa irá fazer a turnê The Queen's Ball: A Bridgerton Experience nos Estados Unidos e no Canadá, em 2022.  

Produtos oficiais 

Já imaginou ter uma blusa de Round 6 ou uma almofada do Lupin? Essa é uma outra forma de conectar fãs com as histórias e fazer parte do dia a dia deles. 

A Netflix lançou o shopping online onde os fãs encontram roupas e itens de decoração limitados e exclusivos. O shopping está disponível apenas nos Estados Unidos. Além do e-commerce, os produtos também podem ser encontrados em lojas físicas, como a Target. Nos próximos meses, Netflix irá expandir para outros países. 

Busca por outro mercado 

Em 1997, a Netflix surgiu como locadora online de DVD por meio de assinatura. Sem sair de casa, o cliente escolhia o filme pela Internet e recebia o DVD pelos correios. Depois ele enviava de volta. Dez anos mais tarde, a Netflix entra no modelo atual de streaming de filmes e séries com a finalidade das pessoas consumirem imediatamente.  

Neste ano, a empresa anuncia a entrada no mercado de games. Os jogos serão disponibilizados para os assinantes sem custo adicional e sem anúncios através dos dispositivos móveis. Recentemente a empresa informou a ampliação da equipe de jogos com a aquisição estúdio Night School Studio, também conhecido como OXENFREE.  

Em carta aos acionistas da Netflix em 2019, o co-CEO Reed Hastings disse que "competimos com (e perdemos para) Fortnite mais do que a HBO". No Brasil, 72% da população jogam games conforme a Pesquisa Game Brasil 2021. Portanto, a empresa quer conquistar negócios para entreter e para consumir o tempo livre dos clientes. Quanto mais tempo o assinante passar na plataforma, mais os conteúdos serão visualizados.  

Através de comprometimento, engajamento e apoio, as empresas podem cultivar bons relacionamentos com a comunidade e ter ganhos poderosos. Basta conquistar a comunidade certa para os benefícios serem impecáveis.

Quais outros pontos você considera importantes para a construção de uma comunidade? Conta pra gente nos comnentários e bora conversar!

Tribos
Mariana Sales
Mariana Sales Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você